Categories
Notícias Tecnologia

Sabe o que os turistas valorizam numa propriedade?

Para o estudo Savills Second Homes Report, a consultora imobiliária entrevistou 7.800 proprietários que anunciam as suas propriedades no portal HomeAway, em dez mercados principais (Reino Unido, EUA, Espanha, Canadá, França, Itália, Holanda, Portugal, Nova Zelândia e Brasil), bem como 6.800 turistas, nos mesmos dez países, que utilizam o site da HomeAway para realizar reservas de casas para férias.

Os proprietários que optam por alugar a sua segunda habitação, fazem-no por vários motivos, mas uma fonte de rendimento extra e a possibilidade de cobrir gastos são os principais factores. Portanto, a saúde do mercado de aluguer de curta duração é cada vez mais importante para estes proprietários. O número de dias que um alojamento está ocupado e a respectiva evolução foram bons indicadores do mercado, e os sinais são positivos. Em cada país do estudo, um terço dos proprietários viram as suas taxas de reserva aumentarem no ano passado, enquanto que 45% relataram que permaneceram estáveis.

 De acordo com o estudo apresentado, 64% dos proprietários de casas de férias e 46% dos turistas classificaram de elevada importância a comodidade “ter acesso à Internet”, sendo que ter qualquer acesso é mais importante do que ter elevada velocidade de acesso, classificado como a segunda comodidade mais importante para mais de metade (54%) dos proprietários e cerca de um terço dos entrevistados.

Outros fatores considerados essenciais pelos proprietários variam de acordo com a nacionalidade. Enquanto 55% dos gregos, 25% dos portugueses e 19% dos proprietários italianos consideram essencial uma varanda ou um terraço, para os proprietários americanos (47%), é o ar-condicionado. Os proprietários britânicos de casas de férias (30%) valorizam o acesso a uma piscina e os franceses (30%) procuram estacionamento privado. Observando as preferências dos turistas, estacionamento, pátio ou varanda e TV são as comodidades mais importantes.

Menos de metade dos entrevistados que compraram uma segunda residência em 2019, fizeram-no com a intenção de, igualmente, alugá-la a curto prazo, em vez de optarem exclusivamente para “uso próprio”, como motivo primário da compra.

O novo estudo da Savills e da HomeAway® revela que o acesso à Internet não é apenas a comodidade mais importante que os turistas procuram quando optam por alugar uma casa de férias, é também a principal característica que os proprietários de segundas residências pensam quando compram um novo alojamento, na possibilidade de aluguer de curta duração.


Receba novidades da Tech-Algarve no seu Email